Características do maior mercado de imóveis do Brasil

A Região Metropolitana de São Paulo é o maior mercado de imóveis do Brasil com a maior negociação  de imóveis. Em 2013, a região somou R$33 bilhões em vendas, o que representa 37% das negociações imobiliárias do país. Ao todo, foram 497 lançamentos, 741 torres e 68.749 unidades. Do total, 85% dos empreendimentos foram destinados a residências, 12% ao comércio e 3% tornaram-se hotéis ou flats. 

O preço médio dos imóveis novos nessa região é de R$7 mil por metro quadrado. Destaque para os apartamentos com apenas um dormitório. Em 2012, representavam apenas 10% das ofertas, hoje, 21%. As unidades com dois dormitórios ainda são as mais ofertadas, 49% do total. Imóveis com três dormitórios representam 25% das ofertas e os de luxo, com quatro ou mais quartos, 5%.


A respeito do tamanho, na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) os imóveis seguem a tendência mundial e estão cada vez menores. Do total de lançamentos, 74% das unidades têm no máximo 69 m². Destes, 11% dos empreendimentos não passam de 39 m². Apenas 13% possuem metragem superior aos 90 m². 

Das cidades da RMSP, destacam-se pelo maior número de lançamentos: São Bernardo do Campo, Guarulhos, Santo André e Osasco. Na capital, a Zona Sul é a região com o maior número de imóveis novos disponíveis. As informações são do Anuário do Mercado Imobiliário Brasileiro da imobiliária Lopes. 

William Cruz – Colunista do PortaisImobiliários.com.br uma rede de portais de imóveis, como o portal de imóveis em Ponta Grossa | imoveispontagrossa.com, presente em mais de 250 cidades do Brasil.

Fonte: PortaisImobiliários.com.br