Brasileira ensina como investir no mercado imobiliário americano

Uma brasileira nascida e m Natal é hoje uma das mais confiáveis especialistas do mercado imobiliário americano. Há 17 anos nos Estados Unidos, Celia Cristine Morais Tavares de Melo, mais conhecida como Kitty de Melo, é sócia da Miami Estate Group LLC – empresa imobiliária voltada à aquisição e administração de propriedades e investimentos residenciais ecomerciais, com sedes em Miami, Las Vegas e Nova York.


Foto_02_editada-300x233[1]“Nosso serviço ajuda o cliente em todo o processo de compra, desde a escolha do imóvel ideal e a obtenção de financiamento até a administração pós-compra. Minha maior especialidade é o mercado de propriedades para investimento, como hotéis, condomínios, lojas e terrenos. Além dos imóveis residenciais alugados mensalmente a turistas”, explica Kitty. “Crio estratégias de retorno garantido para investidores de pequeno, médio e grande porte.”


A especialista conta que esse tipo de propriedade é, em geral, vendido por US$ 1 milhão a US$ 7 milhões e pode ser adquirido em dinheiro ou financiado – a taxa de juros varia de 20% a 35% para investidores americanos e de 40% a 50% para estrangeiros. “A diversificação é a chave. Durante a recente crise econômica de Estados Unidos, Europa e América do Sul, o investidor médio perdeu quase metade do valor de suas carteiras, principalmente em ações do mercado. Uma grande solução é investir em imóveis comerciais”.


Segundo Kitty, o brasileiro ainda não tem o costume de investir em propriedades com liquidez certa e inquilinos únicos, como lojas, shopping centers, prédios alugados para agências federais, bancos e restaurantes. Mas a taxa de retorno desse tipo de investimento compensa – varia de 9% a 16%.
“Essas propriedades de investimento líquido são direcionadas ao varejo com apenas um inquilino e costumam ser alugadas por uma clientela de muito crédito e credibilidade, como McDonalds, Wendy, Walgreen, Office Depot, Zona Auto, Best Buy, Burger King, I Hop, Applebee, Panera Bread, CVS Pharmacy, Starbucks”, revela a especialista. “Normalmente, esses inquilinos já arrendam o imóvel a longo prazo (de cinco a 30 anos) e os varejistas m aiores arcam com todas as despesas da propriedade, incluindo reparos, manutenção, seguros e impostos.”

http://www.portalvgv.com.br/